• Graziela Fernandes Todesco

LuctuS: abertas inscrições para o curso que será realizado dias 29 e 30 de setembro na capital pauli


Preletoras do LuctuS: Millena Câmara e Karen Bisconcini

Profissionais de saúde terão oportunidade de compreender o manejo do processo de luto na teoria e na prática para um cuidado integral de pacientes e familiares

O Instituto Brasileiro de Comunicação em Saúde apresenta a primeira edição do LuctuS, um curso que nasce da necessidade de criarmos espaços para discutir e capacitar profissionais de saúde sobre as perdas, morte e luto. O curso tem como preletoras, Millena Câmara que é membro do Comitê Internacional do Luto e Karen Bisconcini, especialista na modalidade residência em cuidados paliativos pela Faculdade de Medicina da USP.

O LuctuS será realizado na capital paulista, dias 29 e 30 de setembro e as inscrições podem ser feitas no site do instituto.

Milena Câmara, é preletora do curso, especialista em psicologia hospitalar pelo INCOR-SP, especialista em lutos e perdas e mestre pela UFRN, destaca a necessidade de “abertura de espaços de discussão e capacitação sobre perdas, morte e luto. O LuctuS chega com essa missão, de ser espaço que permita abordar temas tão relevantes e que hoje são tabus na sociedade que afasta a dor e o sofrimento psíquico acarretando solidão e o isolamento dos que vivem processos de luto, provocando um aumento no adoecimento como expressão das dores silenciadas”.

As terapias especializadas ajudam profissionais de saúde e seus pacientes a encarar a perda, tornando possível viver mesmo com a dor. Segundo Karen Bisconcini, especialista pela HCFMUSP, também preletora do curso, o luto é considerado uma reação a uma perda significativa. Trata-se de um processo e não um momento com tempo definido.

“Podemos dizer que em geral todos nós passaremos por lutos durante seu ciclo vital. Como esse luto será vivenciado é algo de grande relevância e diz respeito a diversos fatores, como: de que natureza foi a perda, quem foi embora, se o enlutado já passou por perdas anteriores, como costuma lidar com os sentimentos, etc”, disse Bisconcini.

O LuctuS é voltado para profissionais de saúde. Segundo a preletora ainda, ao contrário do que é pensado, a atenção ao luto é responsabilidade de todos os profissionais da equipe multidisciplinar especializada em cuidados paliativos e não só do psicólogo. É papel do psicólogo atuar nas demandas específicas que o processo de luto exige por parte de alguns indivíduos, mas toda a equipe tem papel importante no cuidado.

O luto pode evidenciar variadas reações, que vão depender de quem é o enlutado, seus recursos emocionais e contexto geral de sua experiência. Tais reações podem ser físicas ou emocionais. “Entristecer-se é parte deste processo, o sofrimento vivenciado nesse momento precisa ser enfrentado, portanto, é preciso dar espaço para essa dor ser cuidada. A morte não é medicalizável, tampouco o luto”, ressaltou Câmara.

Acesse https://www.ibcsinc.org/product-page/luctus-s%C3%A3o-paulo-setembro-2018 e inscreva-se.

Serviço:

29 e 30 de setembro de 2018.

Período: Sábado – 08h às 18h e Domingo 8h às 18h

Local: Risho Kosei Kai

Rua Dr. José Estefno, 40 - Jardim Vila Mariana, São Paulo

Carga horária total: 18h

Com emissão de certificado.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Telefone:

(11) 98840-3064

Endereço: 

Rua Teodoro Sampaio, 744, Cj. 45

CEP: 05406-000 - São Paulo - SP

© 2018 Instituto Brasileiro de Comunicação em Saúde